Notícias

O jornal A Tribuna do dia 21 de janeiro, trouxe na matéria de capa e reportagem especial uma pesquisa de opinião pública realizada pelo Centro de Pesquisas Rachid Mohamd Chibib, da Faculdade PIO XII, em parceria com o jornal. O levantamento mostrou que a maioria dos pais errara ou erram na educação dos filhos. Mostra também quais as maiores preocupações e o que mudariam se pudessem voltar atrás. A matéria traz opinião do Professor Robson Carlos de Souza, Coordenador do Centro de Pesquisas.

Dos 580 pais de Vila Velha, Serra, Cariacica e Vitória, com filhos de várias idades, entrevistados, 80,34% se consideram bons pais, apesar de 95% deles admitirem que erram ou já erraram na criação dos filhos. Além disso, 12,93% responderam que sempre erram e 82,07% afirmaram que isso acontece às vezes.

Dicas para os pais:

De acordo com especialistas, os pais admitirem que falham na criação é um grande passo. “Entender que erros são oportunidades de aprendizado pode tornar mais leve o dia a dia dos pais. Tem de aproveitar essas oportunidades para aprender” diz a psicóloga Nanda Perim. O que não pode acontecer é deixar o sentimento de culpa atrapalhar o desenvolvimento da criança, é o que alerta a psicanalista Elissa Felipe.

Também destacamos a fala do neurologista infantil e especialista em comportamento, Thiago Gusmão, que diz que quando os pais erram, tentando acertar, é um erro benéfico. A família precisa ter diálogo, carinho e afeto desenvolvidos desde o nascimento da criança. Desta forma você impõe limites e faz a criança crescer emocionalmente. #SouMaisPioXII