Notícias

Semana passada a turma da 1ª Série teve uma palestra com, o ex-Professor da instituição, Flávio dos Santos. O objetivo desta palestra era motivar os nossos alunos a conquistarem seus sonhos e o quão será gratificante olhar para trás e ver que todo o esforço valeu a pena.

Nossos alunos amaram o jeito descolado do Flávio de palestrar. E temos certeza que a palestra cumpriu seu objetivo.

 

A palestra intrigou e encantou tanto,  que motivou nosso  aluno Rafael Bravin a escrever sobre esta atividade maravilhosa. Segue o texto do estudante:

“ Havia chegado lá sem saber muito o que esperar. Percebi que muitos o cumprimentaram com júbilo, como se há muito foram separados pelo o destino. Intriguei-me. Flávio olhava muito para sua plateia, sua face cheia de suor. Sem dúvidas, estava muito nervoso, embora tentasse apresentar-se seguro. Podia ver o brilho em seus olhar.

Diferente de muitas apresentações monótonas, ele começou advertindo sobre a quebra de um protocolo, e começou a mostrar títulos que conquistou. Títulos realmente grandiosos.

Surpreendeu-me o fato de querer ter sido skatista. Contudo, sua maturidade gritou mais alto. Viu que, embora sua mente ainda presa na juventude – na época- lhe implorava pela ação de ser uma estrela num esporte radical, não valeria seu esforço, pois seu futuro seria incerto.  E para provar que havia feito a escolha certa ele mostrou o tanto de título que conquistou. Mostrou que percorreu o mundo inteiro por causa de estudos – bem, exageros a parte, realmente foi convidado a estudar em diversos Países capitalistas da Europa, apresentando problemas na economia!

Lembrei do ano retrasado, quando quis ser um jogador profissional do jogo mais jogado do mundo: League of Legends. Refleti que, assim como Flávio disse que sua profissão de skatista não o levaria a nada, esse meu antigo sonho também não me ajudaria. E não me ajudaria.

E não apenas isso!! Embora Flávio não tinha dito isso, hoje ele é alguém que inspira muitos, da atual geração, a se tornarem profissionais melhores . Se eu estudar igual ele certamente posso trazer uma mudança a esta sociedade fria, mesmo que seja pouca. De qualquer forma se eu fizer o sorriso no rosto de alguém, já valeu a pena.

Flávio também mostrou que, si o seu objetivo é o dinheiro, muitos setores carecem de profissionais e muitas profissões deixarão de existir.

Os 5 passos, mencionados por ele, para aprender como lidar com algo que não apresente resultados, também me marcou.  Eles na verdade estão lá, mas só se tornarão visíveis com o tempo. Sempre perseverante e paciente.

No último “slide”, não consegui entender a frase toda, mas suas últimas palavras “mais vale um homem que esconde a ignorância que o homem que esconde a inteligência”, me mostrou que é o mesmo que saber e não ensinar. E talvez isso tenha nos levado a uma era de tanta ignorância. Enfim, seguirei mais meu propósito e só tenho que agradecer ao Flávio.

Por que ele estava nervoso? Já sei, agora, a resposta. Porque sabia que suas palavras ali poderiam mudar vidas. E realmente conseguiu.

Talvez até seu estilo de, quase, dançarino dos anos 80 ou 90 nos ensine a sempre seguirmos o que achamos que é o melhor, Independente da aprovação pública.”

 

#SouMaisPioXII